PF cumpre mandados de prisão por desvio de recursos de merenda na Baixada

access_time 6 anos atrás

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira a Operação Inópia com o objetivo de desarticular um esquema criminoso constituído a partir da formação de um cartel de empresas do ramo alimentício e de serviços para desviar recursos públicos destinados, principalmente, à merenda escolar para vários municípios do estado do Rio de Janeiro, em especial na Baixada Fluminense.

Cerca de 165 policiais federais cumprem 21 mandados de prisão temporária e 30 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, Niterói e Duque de Caxias.

Agentes estão na residência do empresário Antônio Carlos Monteiro, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, para cumprir mandado de prisão, segundo informações do “Bom dia Rio”.

As investigações da PF, realizadas em conjunto com CGU, CADE, Receita Federal e MPF, em modelo de força-tarefa, identificaram diversos procedimentos licitatórios viciados, com evidências de direcionamento dos certames, superfaturamento, corrupção, além da constatação de utilização de empresas constituídas em nome de “laranjas”, blindagem patrimonial e lavagem de dinheiro.

Os presos serão indiciados por formação de cartel, crime de licitações e corrupção ativa, dentre outros. Após os procedimentos de praxe, eles serão encaminhados ao sistema prisional do estado, onde permanecerão à disposição da Justiça.

content_copyClassificado como