Justiça Eleitoral investe em ações para zerar estoque de processos nos cartórios eleitorais

access_time 2 semanas atrás


A missão “Estoque Zero” foi lançada em maio deste ano e em pouco tempo já trouxe resultados significativos.

A Corregedoria Regional Eleitoral, responsável por acompanhar e orientar as 57 zonas eleitorais de mato Grosso está investindo em ações para reduzir a zero o estoque de processos físicos em trâmite na primeira instância da Justiça Eleitoral. A missão “Estoque Zero” foi lançada em maio deste ano e em pouco tempo já trouxe resultados significativos. De maio a agosto, o número de processos pendentes de decisão nos cartórios eleitorais reduziu de 3041 para 2003.

“Em maio deste ano, a CRE expediu um ofício aos juízes eleitorais onde solicitou empenho para que fossem finalizados todos os processos e procedimentos em trâmite e autuados fisicamente no Sistema de Acompanhamento de Processos (SADP). O pedido foi prontamente atendido”, explicou o juiz auxiliar da Corregedoria, Emerson Luis Pereira Cajango.

O corregedor regional eleitoral, desembargador Sebastião Barbosa, destaca o esforço que os magistrados e servidores da 1ª Instância estão empreendendo para cumprir a “meta”.

“Os juízos eleitorais sempre apresentaram a produtividade condizente com suas realidades operacionais. Quando iniciamos a campanha “estoque zero”, tínhamos plena consciência que estávamos pedindo a todos os envolvidos, não somente ir aquém de suas atribuições, porque isso já o fazem, mas se doarem ainda mais em prol dessa iniciativa. Tivemos a adesão de todos e avançamos no cumprimento da meta”.

Este mês, outro ofício foi expedido pela CRE aos cartórios eleitorais. No documento, o corregedor agradece a todos os envolvidos pelos resultados alcançados e solicita que continuem se dedicando para atingir a meta proposta pela campanha. “Já avançamos, mas precisamos avançar mais até que não haja em nosso estoque processos físicos. Justifica-se o pedido realizado não somente por imprimir celeridade e duração razoável dos processos eleitorais, mas por permitir uma transição tecnológica mais exitosa em que será descontinuado no SADP e implementado o Processo Judicial Eletrônico”.

content_copyClassificado como